GOG – Good Old Games

Olá nerd... hackers de plantão, tudo sussinha? Quem ae curte jogar um joguete maroto pra dar aquela relaxada depois de um, dois, três dias seguidos de trabalho estressante? Eu curto.

Hoje em dia existem diversos jogos compatíveis com GNU/Linux, a Steam veio ae pra provar isso trazendo lançamentos AAA para nosso querido ambiente de trabalho e está de certa forma mudando um pouco o cenário da brincadeira, uma vez que a empresa está desenvolvendo a STEAM OS, versão do Debian com alguns tweaks pra você poder rodar seus joguinhos numa nice.

Qual o problema disso? Bom, o cliente da Steam não é livre, podemos começar por ai, menos ainda os jogos que ela comercializa. Até ai já é um problemão, mas, sendo bem sincero, se você gosta de jogar como eu gosto, você tem um console ou jogos no seu PC, e esses jogos não são livres e você está ok com isso (embora seja uma falha minha, eu admito...), meu maior problema com a Steam é a DRM, a Digital rights management ou o gerenciamento de direitos autorais digitais, esse bloqueio da Steam não me permite jogar meus jogos comprados pela plataforma fora dela. Não me permite emprestar meu joguinho para um amigo. Não me permite compartilhar minha experiência. E esse é um problema tão sério sério quanto o código do jogo ser proprietário.

Porém, existe luz no fim do túnel (para o problema de DRM pelo menos) e se chama GOG! Vamos conhecer um pouco sobre essa belezinha?

cf4d2fb5 Continue lendo

Open Arena – FPS competitivo rodando até em geladeira

Salve seus hackers noiados, tudo certo? Sabadão é dia de jogar aquele fps competitivo maroto, não é mesmo? Seguinte, da ultima vez eu mostrei um chamado Red Eclipse, não se vocês lembram, hoje eu trago um que para a galera do GNU representa o quake 3 de muita gente! Hoje é dia de Open Arena!

Instalando ele nas principais distribuições com: "apt-get install open-arena" "yum install open-arena" "pacman -S open-arena" "dnf install open-arena"

A cara dele eu admito que não é das melhores, mas, se você é um jogador mais roots, da época do doom, duke nukem 3d, quake 1, 2 e 3 arena, esse é uma excelente pedida! Existe uma vasta comunidade online que mantem o jogo rodando em servidores bem competitivos até hoje! Basta instalar, definir um nick e cair dando bala!

Disponivel para as mais diversas distribuições, uns 400mb de download e jogabilidad rápida e irada! Deem uma olhada no vídeo e bora lá!

PPSSPP – Jogando PSP em tudo quanto é lugar! #30JunTexts

Olá hacker de plantão! Tudo na paz? Aqui sim!

Eu sempre joguei muito videogame, seja no PC, seja em consoles, eu desde guri gostava, meu primeiro console foi um Atari 2600 que ganhei de um primo e tive vários outros dai em diante, uma coisa que sempre me facinou era a possibilidade de levar videogames para todos os lugares, e quando o gameboy saiu foi coisa de louco! Joguei muito gameboy, joguei muito DS, porém meu console de mesa sempre tendia a ser um PS da vida... bom, a dois anos eu comprei um PSP pra mim e foi uma realização pessoal poder levar para qualquer lugar jogos de extrema qualidade e a possibilidade de jogar clássicos do PSOne em um aparelho que cabe no bolso com uma qualidade absurda também me deixou extremamente feliz!

Bom, o tempo passa, e hoje eu posso dizer que já joguei quase de tudo que eu queria no console, porém, de vez em quando batia aquela vontade marota de jogar alguns daqueles jogos no PC, talvez gravar uma gameplay, algo do gênero, e foi ai que eu conheci nosso convidado de hoje, o PPSSPP, um excelente emulador de PSP!

ppsspp-icon Continue lendo

Jogando no GNU #1 – Eclipse Vermelho

Olá hackers e campuseiros de plantão! Tudo certo?

Já falamos sobre uma pá de coisa por aqui, e até agora, nada de "divertido" para fazer não é mesmo? Quer dizer, instalar, configurar, programar e ajustar seu OS bem como entender como ele funciona são divertidos, mas tem aquela hora em que tudo o que você precisa é de um pouco de lazer descontraído, não é mesmo?

Pois bem, hoje vamos conhecer um game irado que, como o nome do post já denuncia, é o Eclipse Vermelho!

Sem título

Continue lendo